Gilmar Bosquette

Gilmar Bosquette

 

A Polícia Rodoviária Estadual Posto de Assis Chateaubriand  foi acionada na tarde de segunda-feira (13) , para atender um acidente na rodovia PR 239  no trevo de acesso à Jesuítas em frente ao Supermercado Copacol. Foi uma Colisão Lateral que envolveu o caminhão Ford Cargo placas AUN 5312 de Roncador que tinha como condutor o senhor Vagner Marcelo e um Fiat Strada  placas AQN 2953 de Formosa do Oeste conduzido pelo senhor José Carlos de Carvalho. O senhor José Carlos de Carvalho teve ferimentos medios e foi encaminhado a um hospital em Jesuitas, o motorista do caminhão nada sofreu.. Segundo as informações que a Polícia Rodoviária levantou no local, o veículo Fiat Strada saia do perímetro urbano de Jesuítas e ao acessar a rodovia foi atingido pelo caminhão que seguia no sentido Iracema do Oeste à Jesuítas. As causas do acidente estão sendo apuradas.

 

Colaboração e fotos: ADEMIR RIBEIRO

 

O governador do Rotary Clube distrito 4640, Eduardo Toshimitsu e esposa Hilaide acompanhados do governador assistente Claudiney Lúcio e do presidente do clube local Dirceu Rodrigues, estiveram visitando a Rádio Vale Verde nesta tarde de quarta feira (08). Na foto com a diretora Helena Miura da Costa e do locutor Gilmar Bosquette.

Terça, 24 Outubro 2017 16:22

Padre Lucas visita a Rádio Vale Verde

Esteve visitando a Rádio Vale Verde FM nesta tarde de terça feira (23), o padre Lucas S. Schwarz, que está atuando na paróquia Santa Rosa de Lima, na cidade de Nova Santa Rosa. Padre Lucas trabalhou em Assis Chateaubriand nos anos 90.

 

Na manhã de hoje (19), o Núcleo Regional de Educação inaugurou a galeria de ex-chefes e o memorial dos 25 anos em Assis Chateaubriand. O evento reuniu homenageados, autoridades entre elas a secretária Estadual de Educação Ana Seres, professores, diretores, funcionários e imprensa. Na galeria está a professora Helena Miura da Costa, diretora da Rádio Vale Verde, que também  ocupou tão relevante cargo. Após esta solenidade no Núcleo, todos se dirigiram para o Centro de Convenções do Paço Municipal onde aconteceram atividades comemorativas dos 70 anos da SEED - Secretaria Estadual de Educação do Paraná. Entre elas a premiação do Concurso Estadual "Criando na Sala de Aula: A Educação no Estado do Paraná".

 

Nesta terça feira (17), por volta das 12h a Polícia Militar de Assis Chateaubraind prendeu um elemento que participou do roubo de três carros na cidade de Tupãssi no último dia 11. O elemento de alta periculosidade, foragido da justiça e com mandado de prisão expedido pela comarca de Foz do Iguaçu, foi abordado em um veículo e não obedeceu a ordem de parada. A polícia saiu em sua perseguição, momento em que o mesmo saiu do carro tentou fugir correndo e sacou um revolver sendo necessário o policial realizar dois disparos de alerta, momento em que o elemento jogou sua arma no chão e se entregou. O preso e a arma foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil para os procedimentos legais.

A Polícia Militar de Assis Chateaubriand recuperou na manhã de hoje (13), a camionete Fiat Strada de cor vermelha placas AOT-1269 de Tupãssi, que foi roubada na última quarta-feira quando os bandidos levaram ainda uma camionete Amarok e um Cruze. A Strada foi encontrada abandonada em Assis chateaubriand e encaminhada para a 48ª Delegacia.

Relembre o caso:

Nosso Departamento de Jornalismo recebeu informação por volta das 6h da manhã de hoje (12), de um assalto em Tupãssi. Segundo Roque José Bergo, filho da vitima, elementos chegaram na casa de seu pai ontem (11), por volta das 22h e saíram hoje (12), às 4h, levando três veículos. Um Cruise preto placas FHN-9611, um Amarok Cinza placas de Venâncio Aires/RS iniciais IRJ e uma Strada vermelha cuja numeração da placa não foi informada.

Faleceu nesta madrugada (13), por volta das 3h o médico oftalmologista doutor Hissao Iwakura aos 69 anos de idade. Ele sofreu um infarto na tarde de ontem foi encaminhado para Cascavel mas não resistiu. Pioneiro em Assis Chateaubriand, Hissao foi fundador do Rotary Clube e membro da Maçonaria.  O corpo será velado após às 10h na capela da Funerária Bom Samaritano em Assis Chateaubriand, até por volta das 16h e depois será levado para a cidade de Rolândia onde será cremado.

 

A tempestade que atingiu Assis Chateaubriand por volta das 3h30 na madrugada de hoje (7), derrubou várias árvores, galhos e placas de outdoor. Na avenida Tupãssi muitas folhas de coqueiros caíram deixando sujeira no centro da cidade. Na rodovia PR 239, entre Assis Chateaubriand e Jesuítas próximo da ponte do Rio Verde um galho deixou meia pista interditada. A Defesa Civil foi acionada para fazer a limpeza para a trafegabilidade normal. Houve também falta de energia elétrica em parte dos jardins Panorama, Jussara, América e Progresso. Apesar da força  do vento, a Defesa Civil de Assis Chateaubriand não recebeu nenhum chamado para atender detalhamentos de casas. Não foi confirmada nenhuma ocorrência na área rural

Fotos: Carlos Corujinha.

 

Uma grande defesa de Brazão logo aos 3 minutos e um gol contra de Wesley no lance seguinte. O início do Brasil no Mundial Sub-17 foi preocupante, mas o time não se desesperou diante da Espanha e foi buscar a virada. Lincoln, do Flamengo, deixou tudo igual, e o vascaíno Paulinho fez 2 a 1 nos acréscimos do primeiro tempo para garantir uma estreia com vitória para a seleção brasileira, contra o principal adversário da primeira fase.

Depois de estrear vencendo o principal adversário do Grupo D, o Brasil volta a jogar na terça-feira, às 11h30 (de Brasília), contra a Coreia do Norte, novamente em Cochim. No mesmo dia, às 8h30 (de Brasília), a Espanha encara Níger.

 

 

Fonte: G1 Globo

Exportações recorde e os números positivos de vendas internas nos últimos meses têm levado as montadoras a aumentar o ritmo nas fábricas no Brasil.

Para isso, funcionários que trabalhavam menos horas – e também ganhavam menos – retomaram a carga normal, e aqueles que estavam afastados temporariamente estão retornando.

O número de empregados com alguma restrição na jornada caiu a menos da metade em 2 meses. De 12.198 em julho para 5.831 em agosto, segundo a associação das fabricantes, a Anfavea.

Levantamento com montadoras e sindicatos aponta que:

$1·        das 5 fabricantes de veículos que aderiram ao Programa Seguro Emprego (antigo PPE), que reduz carga-horária e salários, apenas a unidade da Volkswagen em São José dos Pinhais (PR) se mantém nele;

$1·        esta fábrica e a de São Bernardo do Campo (SP), também da Volks, são as únicas que ainda possuem funcionários em lay-off (suspensão temporária de contrato);

$1·        7 montadoras abriram 3,5 mil vagas no ano, até agosto: Ford, General Motors, Nissan, Renault, MAN, Toyota e Volvo, as duas últimas do segmento de caminhões e ônibus.

Ainda assim, até agosto, a indústria continuava trabalhando com cerca da metade da capacidade, segundo a Anfavea. O nível de emprego é semelhante ao 2016: 107,6 mil pessoas nas fábricas de carros, caminhões e ônibus, -0,5% a menos do que 1 ano atrás.

Volta do 3º turno

A abertura do 3º turno se tornou simbólica nas fábricas de veículos no Brasil no início da década, com os emplacamentos batendo um recorde atrás do outro até 2013.

Com a crise, todos foram encerrados, muitos deles logo em 2014. Mas os números mais animadores e o lançamento ou modernização de modelos levaram algumas montadoras a reabri-los neste ano.

Volkswagen anunciou em setembro que deixou o programa de redução de jornada antes do prazo na unidade da Anchieta, em São Bernardo do Campo, por causa do início produção do novo Polo. Ela pretende retomar o 3º turno na fábrica até o fim do ano.

Segundo o sindicato do ABC, a montadora ainda tem 678 funcionários em lay-off previsto para terminar no começo de 2018. Há 1 ano, a Volks afirmou que tinha um excedente de 3,6 mil trabalhadores na unidade, e fechou acordo com o sindicato para evitar cortes.

Líder em emplacamentos atualmente, a GM, dona da Chevrolet, reabriu há pouco o 3º turno na fábrica de Gravataí (RS), onde produz a “família” Onix –o hatch é o carro mais vendido do país há 2 anos. Para isso, criou 700 vagas.

Em fevereiro, foi aberto o 3º turno na fábrica da Ford em Camaçari (BA), onde é feito o EcoSport, recentemente reestilizado, e o Ka / Ka+ (sedã). Os 780 funcionários afastados temporariamente em 2016 retornaram e outros 172 foram contratados neste ano, de acordo com o sindicato local.

Por outro lado, na outra fábrica, em São Bernardo do Campo, a montadora anunciou corte de 384 trabalhadores em agosto. Depois, readmitiu 80 e abriu um Plano de Demissão Voluntária (PDV) para os demais; não foi divulgado quantos aderiram.

Mais contratações

Renault contratou 700 trabalhadores em abril, para abertura do 3º turno em São José dos Pinhais (PR), visando o lançamento do hatch Kwid. Outras 600 vagas complementares foram preenchidas em junho.

Ainda no Paraná, a Volvo contratou cerca de 130 trabalhadores neste ano, com aumento da produção de caminhões e ônibus, informa o sindicato da região. No ano passado, 600 tinham deixado a fábrica, a maioria por demissão voluntária.

Em julho, a Nissan estreou o 2º turno da fábrica de Resende (RJ), criando 600 vagas para a produção nacional do SUV Kicks. A montadora também não tinha funcionários afastados na fábrica inaugurada em 2014.

Outra que contratou na região foi a MAN, marca de caminhões que pertence ao grupo Volkswagen. Foram abertas 300 vagas em Resende, sendo 100 no centro de atendimento a clientes e 200 na fábrica que ainda opera em 1 turno, mas já tem hora extra e não dará férias coletivas. A montadora deixou o PSE em julho.

Toyota abriu 300 novos postos de trabalho na fábrica de Sorocaba (SP), que receberá um novo modelo, o Yaris. E ainda prevê mais 200 para a unidade de Porto Feliz (SP), onde fabrica motores para Etios e Corolla, até o fim do ano. Ambas operam em 2 turnos - a montadora nunca teve um terceiro nessas fábricas.

Fim da redução de jornada

O PSE, inicialmente chamado de Programa de Proteção ao Emprego (PPE), foi criado pelo governo em 2015, em meio a ameaças de demissões por parte das montadoras diante da forte baixa nas vendas.

Ele não foi exclusivo para o setor automotivo, mas a maioria das empresas que aderiu pertencia a ele. Chegou a reunir cerca de 30 mil funcionários de montadoras no primeiro ano. O programa mudou de nome em dezembro passado e continua disponível até o fim do ano.

Além da unidade da Anchieta, a Volkswagen também encerrou recentemente o PSE em Taubaté (SP), segundo o sindicato local.

Na fábrica de São José dos Pinhais (PR), o sindicato afirma que um acordocom a montadora prevê estabilidade de emprego por 5 anos e a produção de novos veículos, previstos para 2019.

Enquanto esperam esse reaquecimento, 30% dos funcionários seguem com jornada e salários reduzidos, ainda segundo os representantes dos metalúrgicos. E outros 800 estão em lay-off até março. A medida será adotava para duas novas turmas no ano que vem.

A fábrica opera em apenas 1 turno desde maio. Lá são produzidos Fox e Golf, além do Audi A3 Sedan e do Q3. O Programa de Demissão Voluntária (PDV), que já teve a adesão de cerca de 300 funcionários no ano passado, também foi reaberto, também de acordo com o sindicato.

Outra que aderiu ao PSE, a Yamaha deixou o programa ainda em junho do ano passado. A fábrica de motos em Manaus continua operando em 1 turno.

Demissões questionadas

A Mercedes-Benz já havia terminado seu 2º período no programa em maio de 2016. Há 1 ano, ela cortou 1.400 vagas na fábrica de São Bernardo do Campo, de caminhões e ônibus: 1.047 pessoas aderiram a um PDV e outras 370 foram demitidas. A medida está sendo questionada pelo Ministério Público.

As 3 fábricas da Mercedes, incluindo a de carros, em Iracemápolis (SP), e outra de caminhões e ônibus, em Juiz de Fora (MG), operam em 1 turno.

Pagina 1 de 33