Quarta, 16 Maio 2018 05:54

Baixo número de crianças vacinadas no Paraná preocupa

Postado por 
Avalie este item
(0 votos)
Baixo número de crianças vacinadas no Paraná preocupa Baixo número de crianças vacinadas no Paraná preocupa Rodolfo Luis Kowalski / Bem Paraná

Faltando pouco mais de duas semanas para o final da campanha nacional de vacinação (que se encerra em 1º de junho), o Paraná caminha para mais uma vez bater a meta de imunizar 90% do público-alvo. Até às 17 horas de ontem, 59,02% dos 3,2 milhões de paranaenses que compõem os grupos de risco já haviam sido imunizados. Preocupa, contudo, a baixa adesão das crianças.
Segundo informações da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), os indígenas foram o primeiro grupo de risco a bater a meta do Ministério da Saúde, com 91,29% da população-alvo imunizada. Em seguida aparecem os idosos (acima de 60 anos), com 73%, seguidos pelas puérpuras (mulheres que deram à luz há menos de 45 dias), com 72%. Professores (57,05%), profissionais de saúde (48,8%) e gestantes (47,2%) aparecem na sequência e só então vem as crianças de 6 meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias de idade, com 40,1%.
De acordo com João Luís Crivellaro, chefe do Centro Estadual de Epidemiologia, historicamente são justamente os grupos das crianças e gestantes os que mais demoram para atingir a meta nas campanhas de vacinação.
“A nossa preocupação é que as gestantes neste ano estão acima (da média de anos anteriores), enquanto entre as crianças está mais lento. Então, pedimos para que os pais e responsáveis não deixem de levar os filhos para receber a vacinação, uma vez que esse grupo nos preocupa bastante”, destaca.
Apesar da preocupação, Crivellaro destaca que a expectativa ainda é bater a meta de vacinar 90% das pessoas que compõem os grupos de risco – meta esta que só deve ser batida já na reta final da campanha de vacinação.
“Estamos com uma cobertura satisfatória, mas gostaríamos de ter uma cobertura maior ainda a esta altura”, aponta o especialista. “Mas sempre temos atingido a meta de cobertura vacinal e a procura está na mesma proporção de anos anteriores. O Paraná é um dos estados que mais se vacina no Brasil”, complementa.
Araucária
Ontem, a Prefeitura de Araucária também fez um apelo para que os pais levem os filhos para vacinar contra a gripe. Assim como no Estado, a adesão tem sido pequena na cidade. Até o fim do dia 12 de maio, o Dia D de vacinação, foram registrados 3.883 doses aplicadas (43,7% das crianças). Levando em conta todos os grupos da Campanha, Araucária atingiu 63,43% de cobertura vacinal depois do Dia D.