Dito Silva

Dito Silva

Quarta, 17 Outubro 2018 23:51

Cruzeiro hexacampeão da Copa do Brasil

VAR é decisivo, Cruzeiro vence novamente o Corinthians e é campeão da Copa do Brasil pela sexta vez
Árbitro de vídeo auxilia em pênalti e em gol anulado dos paulistas; depois de triunfar no Mineirão por 1 a 0, Raposa conta com estrela de Robinho e Arrascaeta para conquistar o bicampeonato consecutivo vencendo o Corinthians por 2x1. O resultado garante o Cruzeiro na fase de grupos da Libertadores da América do próximo ano. O time mineiro a conquistar a competição duas vezes seguidas. Antes o Cruzeiro havia conquistado a Copa do Brasil em 1993, 1996, 2000, 2003 e 2017.

Uma partida foi disputada na noite de hoje (17), pela X Copa AMOP de Futebol. Como Santa Tereza do Oeste foi punido perdendo o mando jogou em Céu Azul contra o Incas de Santa Helena e venceu por 2x0 em jogo atrasado ainda da primeira rodada do certame. O resultado deixou o grupo C ainda mais embolado e só a rodada de domingo (21), vai definir a situação.
Agora são 26 jogos realizados, 77 gols marcados com média de 2,96 gol por partida.
A competição segue nesta quinta-feira (18), com Serranópolis do Iguaçu x Iguatu, em Céu Azul, às 19h30 pelo grupo A.
D´Napoli de Cascavel e Capitão no grupo A e Assis Chateaubriand e Cafelândia no B estão classificados para a segunda fase. Falta definir os dois classificados do grupo C e os dois melhores terceiros que entrarão por índice técnico e muitos times postulam essas vagas.

Grupo A: D´Napoli 10, Capitão 8, Serranópolis 4, Iguatu 1 e Santa Lúcia 1
D´Napoli e Capitão já classificados

Grupo B: Assis 10, Cafelândia 7, Marechal 4, Anahy 3 e Ramilândia 1
Assis e Cafelândia classificados

Grupo C: Guaraniaçu 6, Santa Tereza 6, Iracema 4, Incas/Santa Helena 4 e Palotina 2
Nada definido

Jogos da última rodada a princípio no dia 21/10/18:
Grupo B: Ramilândia x Anahy
Grupo C: Iracema x Incas e Palotina x Guaraniaçu

Expo Brasilândia 2018 de 1º a 4 de novembro

 

A Polícia Militar do Paraná, com o apoio do Sistema Faep (Federação da Agricultura do Estado do Paraná) e do Senar-PR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), elaborou uma cartilha sobre segurança rural que traz dicas de combate ao crime no campo. O material é fruto de estudos realizados pela PM, com base em dados da corporação, além de relatos de moradores, produtores e sindicatos rurais. Depois de visitas para analisar algumas propriedades vítimas de furtos, roubos e outros ilícitos, o material foi desenvolvido. O Sindicato Rural de Cascavel está distribuindo o informativo aos produtores rurais.
A cartilha mostra, de forma didática, como algumas mudanças relativamente simples podem reduzir os índices de violência. A Polícia Militar orienta desde sugestões para adequações estruturais até aspectos de comportamento. “Criando-se uma cultura de prevenção, que seja baseada em medidas simples e sem custo na maioria dos casos, teremos níveis muito melhores de segurança e paz neste setor fundamental para a sociedade: o meio rural”, aponta o material.
Entre os principais pontos tratados está o da mudança na arquitetura da propriedade. Nesse ponto, como ensina o material, entra o aspecto da melhoria da visibilidade no local com a desobstrução da paisagem causada por elementos como cercas vivas, paredões verdes, muros muito altos e falta de iluminação. A manutenção constante das áreas comuns também auxilia a afugentar pessoas mal-intencionadas.
O material também enfatiza a importância de se desenvolver uma vizinhança solidária. É crucial conhecer e manter sempre contato com pessoas de confiança nas redondezas da propriedade. Em caso de alguma situação suspeita, a Polícia Militar e os vizinhos devem ser avisados de forma imediata. Uma rede de contatos, com telefones, grupo de Whatsapp ou similares, deve ser formada e usada com frequência para que se crie o hábito e se mantenha ativa essa rede.
O Sindicato Rural de Cascavel recebeu alguns exemplares e está distribuindo aos interessados em sua sede, na Rua Paraná, 3937. Quem tiver interesse, também é possível fazer o download do material neste link: http://sistemafaep.org.br/servico/cartilha-de-seguranca-rural/.
De acordo com o diretor do sindicato, Paulo Vallini, o documento é cheio de dicas interessantes e certamente irá ajudar a minimizar a grande onda de criminalidade no campo, que é mais vulnerável aos ataques dos ladrões. Propriedades rurais preparadas deixam de ser alvo de malfeitores.
O associado e produtor rural Armando Pertuzati já levou a sua cartilha para casa. “Achei bem bacana. Boa iluminação e câmeras de segurança podem assustar os bandidos. Precisamos agir, já que quase não há policiamento no campo”.
Confira alguns destaques da cartilha Segurança Rural
• Iluminação: visibilidade reduzida favorece o bandido;
• Casa: as residências precisam ter a melhor visibilidade da propriedade;
• Portão: reforçado, pintado com cores claras e com sinalização de propriedade particular;
• Dispositivos eletrônicos: câmeras e alarmes com manutenção sempre em dia;
• Rebanhos: não deixe animais próximos a estradas e/ou longe das sedes;
• Galpões: devem ser posicionados em locais visíveis da sede e sempre trancados;
• Animais de guarda: cães adestrados e até mesmo aves como gansos podem ser úteis para auxiliar na segurança;
• Em caso de assalto: jamais reaja e não tente enganar o assaltante.

Pedro de Brito Sarolli

 

Assessoria de Imprensa Sindicato Rural de Cascavel

 

 

Em comemoração aos 55 anos da Cooperativa, neste sábado dia 20, às 19 horas, será realizado um dos maiores eventos da região
A Cooperativa está preparando um momento especial para celebrar junto com os seus cooperados, colaboradores e toda a região, o seu aniversário de 55 anos.
A história da Cooperativa que começou com a idealização do Padre Luís Luise e 32 sócios fundadores, no dia 23 de outubro de 1963, se transformou gradativamente em uma cooperativa de referência para o Brasil.
E para celebrar todas estas conquistas ao longo destes anos, foram programados diversos eventos em comemoração, com destaque para o show que será realizado neste sábado dia 20, em Cafelândia.
“Convidamos os nossos associados, colaboradores e toda a sociedade da região, para comemorarmos juntos os 55 anos da nossa Cooperativa”, ressalta o presidente da Copacol, Valter Pitol.
A cerimônia de comemoração terá início com a missa e o show do padre e cantor sertanejo, Alessandro Campos no pátio que dá acesso ao parque industrial da Copacol em Cafelândia, às 19 horas.
Logo após ao show do padre, o cantor paranaense, Michel Teló dará continuidade as festividades dos 55 anos da Cooperativa.

 

O mercado de concursos segue em ritmo aquecido e o segundo semestre já conta com vários certames em andamento. Neste mês, se encerra o prazo de inscrições para alguns concursos com salários iniciais que podem ultrapassar a cifra de R$ 23 mil. Nesse sentido, o CERS Cursos Online, uma das maiores redes de cursos preparatórios para concursos, OAB e carreiras jurídicas, preparou uma seleção com oportunidades para concurseiros que não querem ficar de fora das próximas provas.
Para o presidente do Grupo CERS, Renato Saraiva, os concurseiros devem ficar de olho nas datas e aproveitar o bom momento do mercado de concursos em 2018, já que segundo a Associação Nacional de Proteção e Apoio ao Concursos (ANPAC) o ano deve contar com 162 mil vagas oferecidas em diversas áreas. "A vida de quem presta concursos requer dedicação aos estudos e atenção para não perder de vista as vagas que estão sendo abertas a todo momento", avalia.
Confira abaixo a lista de certames abertos e algumas dicas de estudo preparadas pelo CERS para quem sonha com a carreira pública:
Polícia Civil de Minas Gerais
Foram disponibilizadas 119 vagas para o cargo de escrivão. A remuneração é de até R$ 4.098,39 e o prazo para as inscrições vai até o dia 22 de outubro. O cadastro deve ser realizado exclusivamente nos sites da Acadepol e Fumarc. O valor da taxa de participação é de R$ 160 e a prova objetiva está marcada para o dia 2 de dezembro deste ano.
Ministério Público de Pernambuco
Foi publicado o edital do certame que oferece 23 vagas para os cargos de Técnico Ministerial e Analista Ministerial. Os salários iniciais são de R$ 3.171,52 e R$ 4.809,54, respectivamente. As inscrições ficam abertas até o dia 26 de outubro, no site da FCC. As provas estão marcadas para o dia 2 de dezembro de 2018.
Tribunal de Justiça da Bahia
Foi publicado o edital do concurso TJ BA. O certame oferece 50 vagas mais cadastro de reserva para o cargo de Juiz Substituto. A remuneração inicial é de R$ 23.284,14. As inscrições ficarão abertas no site do Cebraspe até o dia 5 de novembro de 2018. A prova objetiva está marcada para o dia 13 de janeiro de 2019.
Prefeitura de Recife
O certame oferece 25 vagas para os cargos de Analista de Gestão Administrativa, Analista de Gestão Contábil, Analista de Planejamento, Orçamento e Gestão, e Assistente de Gestão Pública. Os salários podem chegar a R$ 7.374,00 de acordo com o cargo. As inscrições podem ser realizadas até o dia 23 de novembro no site da Fundação Carlos Chagas. As provas estão previstas para os dias 12 e 13 de janeiro de 2019.
DICAS DE ESTUDO
1- Foco: é necessário condicionar a mente, ter foco e dedicação para as horas de estudo;
2- Descubra o nível do concurso e seu próprio nível de conhecimento: existem níveis de complexidade por prova e isso vai depender de cada concurso. Além disso, o tempo disponível para estudo vai variar de candidato para candidato e de acordo com o grau de conhecimento do concurseiro;
3- Tenha paciência: um concurso para magistratura demanda, em média, 2 anos de preparação. Concursos mais simples, como para áreas bancárias, demandam cerca de seis meses de preparação;
4- Não tente estudar pesado logo de início: comece estudando a partir de pequenas cargas horárias e vá aumentando gradativamente as horas de estudo;
5- Aos que não trabalham: após o condicionamento gradativo das horas de estudo, o ideal para uma preparação é estudar de 8h a 16h diárias;
6- Aos que trabalham: aproveite todo o tempo livre que tiver. O ideal é estudar de 3h a 4h por dia na semana e aproveitar os finais de semana para estudar mais;
7- Tenha boas referências: busque orientações e conteúdos em bons cursos e com bons professores. Os cursos online são uma excelente opção;
8- Local e rotina: procure um lugar fixo de estudo e crie uma rotina antes de iniciar o ritual de estudos;
9- Intervalos: Estude entre uma hora e 90 minutos, no máximo, e em seguida faça uma pequena pausa de 5 a 10 minutos. Isso faz o cérebro voltar a ter alta performance;
10- Válvulas de escape: Vá ao cinema, faça academia, pratique algum esporte ou mesmo jogue conversa fora com os amigos nos finais de semana. Ter vida social é fundamental para manter a mente saudável e suportar os meses de estudo e dedicação.

 

 

O setor Boqueirão do Núcleo Regional de Educação de Curitiba promove na próxima terça-feira (23), o I Seminário de Prevenção ao Suicídio e Valorização da Vida. O evento é resultado das atividades desenvolvidas pelas 19 escolas atendidas pelo setor em consonância com a campanha nacional Setembro Amarelo de prevenção e combate ao suicídio.

O seminário será realizado no Centro Estadual de Educação Profissional de Curitiba, no bairro Boqueirão, no período da manhã. Podem participar representantes da comunidade, estudantes e profissionais das escolas de Curitiba e região metropolitana. A entrada é livre e as vagas limitadas a 170 lugares. Clique AQUI para reservar seu lugar.

SETEMBRO AMARELO - Durante o mês passado mais de quatro mil estudantes participaram de atividades culturais e artísticas sobre a importância da conscientização e prevenção ao suicídio e preservação da vida. As atividades serão apresentadas à comunidade escolar durante o seminário que também contará com palestras sobre a importância da educação e saúde no combate ao suicídio.

“O objetivo é conscientização sobre a prevenção do suicídio e a valorização da vida dos adolescentes”, disse a pedagoga do setor, Dayane Marchiori de Castro.

 

 

No dia 4 de novembro, primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), mais de 3 milhões de candidatos precisarão adiantar o relógio em uma hora para se adequar ao horário de verão, que nesse ano coincide com o exame do MEC. Eles representam 56% do total de 5,5 milhões de candidatos com inscrição confirmada nas provas.
Onde haverá horário de verão?
O horário de verão entrará em vigor em dez estados, além do Distrito Federal:
• Região Sul: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná
• Região Sudeste: São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais
• Região Centro-Oeste: Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal
No total, 3.087.626 candidatos do Enem 2018 vivem nesses locais.
Juntos, os estados de São Paulo e Minas Gerais concentram metade dos inscritos que terão que adiantar o relógio no dia da prova.
Desses estados, porém, nem todos estarão no horário de Brasília. Como o horário local em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul atualmente já está uma hora atrás de Brasília, essa diferença continua igual. Isso quer dizer que o fechamento dos portões nesses dois estados acontece às 12h do horário local.
Horário das provas (horário OFICIAL de Brasília)
• Horário das provas (horário OFICIAL de Brasília)
• Abertura dos portões: 12h (horário de Brasília)
• Fechamento dos portões: 13h (horário de Brasília)
• Início das provas: 13h30 (horário de Brasília)
• Saída permitida a partir das 15h30 sem o caderno de provas.
• Saída liberada com o cartão de provas: 18h30 (horário de Brasília)
• Fim da prova: 19h (horário de Brasília)
E o resto do Brasil?
Os demais estados não precisarão mudar o relógio em 4 de novembro, mas os 2,4 milhões de candidatos que farão as provas nessas regiões terão que se ajustar à nova diferença de fuso em relação ao horário oficial de Brasília.
Atualmente, 14 estados estão no mesmo horário que Brasília, mas, no primeiro dia do Enem, eles passarão a estar uma hora atrás. Portanto, o horário local de fechamento será, também, uma hora antes. Outros três estados estarão duas horas atrás e, no Acre e em 13 municípios do Amazonas, essa diferença será de três horas.
Veja abaixo a lista com os horários locais de fechamento dos portões em cada estado do Brasil:
13h (fechamento dos portões no horário local)
• Distrito Federal
• Espírito Santo
• Goiás
• Minas Gerais
• Paraná
• Rio de Janeiro
• Rio Grande do Sul
• Santa Catarina
• São Paulo
12h (fechamento dos portões no horário local)
• Alagoas
• Amapá
• Bahia
• Ceará
• Maranhão
• Mato Grosso
• Mato Grosso do Sul
• Pará
• Paraíba
• Pernambuco
• Piauí
• Rio Grande do Norte
• Sergipe
• Tocantins
11h (fechamento dos portões no horário local)
• Amazonas (com exceção de 13 municípios abaixo)
• Rondônia
• Roraima
10h (fechamento dos portões no horário local)
• Acre
• Amazonas (13 municípios da região sudoeste: Atalaia do Norte, Benjamin Constant, Boca do Acre, Eirunepé, Envira, Guajará, Ipixuna, Itamarati, Jutaí, Lábrea, Pauini, São Paulo de Olivença e Tabatinga)

 

 

 O deputado federal Sérgio Souza apresentou nesta terça-feira, 16, Projeto de Decreto Legislativo (PDC) nº 2041/2018 que susta o despacho apresentado pela Fundação Nacional do Índio (Funai), publicado no Diário Oficial da União esta semana. O decreto reconhece terras de propriedade rural como sendo área indígena nos municípios de Altônia, Guaíra e Terra Roxa, no Oeste do Paraná.

De acordo com relatos pessoais, imagens de satélite da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e a Defesa Nacional, nessas cidades, quando da promulgação da Constituição Federal de 1988, não havia existência de ocupação indígena no local. 

Sérgio Souza adverte que este é um ato ilegal, já que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que se deve aplicar o Marco Temporal para se definir o que é área de propriedade de índio e o que é de propriedade rural. 

"Essa atitude é inadmissível! Não podemos deixar que a lei seja descumprida. Nós estamos adotando medidas cabíveis para este caso. E o decreto Legislativo tem força para suspender esse desastre”, desabafou o parlamentar.

O despacho feito pela Funai demarca 25 mil hectares de terras como sendo terra indígena e dá insegurança para 168 produtores rurais. Na avaliação de Sérgio Souza, isso mostra a audácia do órgão e provoca uma situação de risco eminente de conflito entre índios e produtores rurais. 

 "Os produtores estão preocupados, e com razão. Dizer que 25 mil hectares de terras do Oeste do Paraná pertencem aos índios, inclusive de Reserva Legal, é o mesmo que dizer que o município de Guaíra é praticamente todo dos índios. Um completo absurdo", relatou Sérgio Souza.

 

 

Terça, 16 Outubro 2018 17:26

Ouvinte premiado Vale Verde FM

Vaneide Ribas de Toledo recebeu hoje (16), o prêmio que ganhou da Vale Verde FM durante a transmissão de Assis Chateaubriand x Cafelândia no último domingo pela Copa AMOP de Futeobl.

Abraço e obrigado pela audiência..

Pagina 1 de 240