Gilmar Bosquette

Gilmar Bosquette

 

Os árbitros chateaubriandenses Eduardo Bosquette e Gilrobison Lópes Bernardo receberam no último sábado (21), em Cascavel a premiação de melhor dupla de arbitragem de Handebol do Estado do Paraná em 2017. O prêmio foi concedido pela Liga de Handebol do Paraná. Parabéns aos talentos de Assis Chateaubriand.

 

Um curioso acidente aconteceu na manhã de hoje (23), na rodovia que liga Assis Chateaubriand a Brasilândia do Sul. O senhor Antônio Bezerra de 61 anos de idade, conduzia o veículo vw Saveiro quando sofreu um mal súbito e saiu da pista indo parar no meio de uma lavoura de milho. No momento do acidente o veículo acabou se incendiando, mas o senhor Antonio conseguiu sair a tempo. Ele foi socorrido pela equipe do Samu e Defesa Civil que estiveram no local. A Polícia Rodoviária posto de Assis Chateaubriand atendeu o acidente.

 

Fotos e colaboração - Léo Silva

Começam a valer nesta quinta-feira (19) as mudanças no Código de Transito Brasileiro (CTB) que aumentam a punição e diminuem as brechas para motoristas embriagados ou drogados que causarem acidentes com vítimas no trânsito.

Sancionada em dezembro passado, a alteração define que motoristas bêbados enquadrados na lei de trânsito por homicídio culposo (sem intenção de matar) cumpram pena de 5 a 8 anos de prisão, além de o direito de dirigir suspenso ou proibido.

Antes, a pena por causar acidente com morte era de 2 a 4 anos, o que permitia que o delegado responsável pelo flagrante estipulasse uma fiança, que poderia liberar o motorista imediatamente.

Com a elevação da pena, o delegado não pode mais determinar a fiança porque a lei permite isso apenas em crimes com pena máxima de 4 anos.

Agora, apenas um juiz poderá decidir pela liberdade ou não do motorista, seja por meio de habeas corpus, pedido de liberdade provisória ou de relaxamento da prisão.

"Quando a pena era menor, o acusado não ficava preso. Ele era preso em flagrante, pagava fiança e saía. Agora ele não vai sair rapidamente", afirma Andréa Resende, especialista em Direito de Trânsito.

Como o crime continua apontado como culposo no Código de Trânsito, segue existindo a possibilidade de converter a pena de prisão em pena alternativa, como pagamento de cestas básicas ou trabalho comunitário.

Se deixar feridos

Nos casos em que há lesão corporal culposa (feridos sem intenção), a punição para o motorista passou de 6 meses a 2 anos para 2 a 5 anos. Nestes casos, o delegado também não poderá conceder fiança.

"Não tinha o constrangimento de ficar preso", explica Anna Julia Menezes, advogada criminalista.

Com a pena aumentada, não é possível pedir a suspensão condicional do processo. Voltada a pena igual ou inferior a 1 ano, ela dá a possibilidade de evitar o processo e manter o motorista como réu primário com o cumprimento de certas condições, como pagamento de multa.

Se for pego no bafômetro

Nada muda com relação a multas e punições administrativas ao motoristas flagrados bêbados, tenham se envolvido em acidente ou não.

A punição para quem for pego no bafômetro é multa de R$ 2.934,70, além da suspensão da carteira de habilitação por 1 ano. E é a mesma para quem se recusa a fazer o teste.

O bafômetro não é a única forma de constatar embriaguez: quaisquer sinais que indiquem alteração da capacidade psicomotora podem servir de prova pela autoridade no local.

'Cavalo de pau' vira crime

A nova redação da lei também transforma a "exibição ou demonstração de perícia" ao volante em crime, no mesmo artigo que fala sobre "corrida, disputa ou competição automobilística não autorizada", os famosos "rachas".

De acordo com advogados, essas exibições e manobras podem ser um "cavalo de pau", acelerar muito cantando os pneus, empinar a moto ou qualquer manobra radical que crie alguma situação de risco.

Código de Trânsito passa a punir manobra radical arriscada (Foto: Karina Almeida/G1)

Antes essas manobras agressivas sem vítimas estavam sujeitas apenas a multa (R$ 2.934,70) e suspensão da habilitação, mas agora o motorista também pode pegar prisão de 6 meses a 3 anos.

Em casos com feridos graves, a pena é de 3 a 6 anos de prisão. Se houver morte, a reclusão passa de 5 a 10 anos.

Importância da fiscalização

De acordo com advogados consultados pelo G1, a mudança poderá reduzir o sentimento de impunidade nos crimes de trânsito, mas a fiscalização e a educação têm papel principal em diminuir a incidência.

"Diminuir os crimes de trânsito depende de campanhas de conscientização, campanhas educacionais. Não adianta criar leis mais impositivas sem dar orientação aos motoristas", afirma Andréa Resende.

Já João Paulo Martinelli, da Faculdade de Direito do IDP-São Paulo, acredita que as penas para os crimes de trânsito estão desproporcionais.

"A pena para homicídio culposo é muito maior agora para os casos que envolvam veículo automotor. Se o sujeito está manuseando arma de fogo, ela dispara e acerta alguém, um caso de homicídio culposo, aplica-se uma pena de 1 a 3 anos", explicou.

"Atualmente, o que impede que as pessoas dirijam embriagadas é a blitz. Ela é muito mais eficaz do que a lei", completou.

 

FONT: G1 Globo

 

O Tiro de Guerra 05-015 de Assis Chateaubriand comemorou hoje (19), com uma formatura/solenidade o Dia do Exército Brasileiro que completa 370 anos. O evento contou com a presença de autoridades, familiares, alunos e dos atiradores que se apresentaram aos presentes no pátio principal do TG. Em sua fala o comandante Leonardo Flores Figueiredo destacou a importância do Exército na sociedade, não só na defesa da soberania, mas também no trabalho voluntário e envolvimento em projetos junto à comunidade.

História do Exército:

Tradicionalmente, o dia 19 de abril de 1648 é reconhecido como a data simbólica da constituição das 3 forças armadas nacionais: Exército, Marinha e Aeronáutica. Essa data corresponde ao período da Batalha dos Guararapes, na qual luso-brasileiros lutaram contra a ocupação holandesa no nordeste do Brasil. Além da vitória militar, a Batalha também teve um valor social, pois pela primeira vez índios, brasileiros, portugueses e escravos lutaram lado a lado pela soberania brasileira. A importância desse evento histórico fez com que o Dia do Exército seja comemorado em 19 de abril

 

A polícia Militar prendeu na tarde de hoje (17), um rapaz de 24 anos que tem várias passagens pelo setor policial e aprendeu uma arma de fogo com três munições intactas. Os PMs faziam patrulhamento na região central da cidade, quando avistaram um elemento de bicicleta e com uma blusa escura. Ao ver a viatura o rapaz começou a mudar de percurso entrando em várias ruas. Os policiais fizeram acompanhamento tático e quando foram abordá-lo, o elemento dispensou a blusa e um revolver calibre 32, deixou a bicicleta e correu a pé pulando vários muros. Os policiais continuaram a perseguição e notaram que a porta da cozinha de uma casa estava aberta. Eles suspeitaram do fato,  adentraram na residência e localizaram o elemento escondido debaixo de uma cama. Naquele momento os proprietários não estavam em casa. O rapaz e a arma foram encaminhados para a Delegacia de Polícia.

O jesuitense Cesar Glinglani firmou parceria com apresentadora de TV, Olga Bongiovanni e se tornou padrinho do projeto PONTO A PONTO DE AMOR. Tudo começou quando o  Cesar conheceu pessoalmente a apresentadora e o projeto que ela lançou há mais de cinco anos e consiste em arrecadar novelos de lã para serem confeccionadas mantas que são distribuídas para as crianças carentes da cidade de Cascavel. O trabalho todo é voluntário. Os novelos são enviados para senhoras que fabricam manualmente os quadradinhos e que posteriormente são unidos e formam a manta. No ano passado em 20 dias, Cesar conseguiu arrecadar mais de 800 novelos que foram somados a outros arrecadados em Cascavel sendo possível a confecção de 220 mantas. A campanha não pára nunca e quem quiser doar um novelo ou sobra de lã pode entregar na Chevrolauto Auto Peças de Jesuítas. Informações no 44 3535-1381 ou celular/whatsApp 9 9844-8729. Os interessados podem visitar a página no faceboock com o título Campanha Ponto a Ponto de Amor. Participe você também e compartilhe solidariedade.

 

Por volta das 10h da manhã de hoje (16), um acidente do tipo colisão lateral no trevo de Jesuítas, deixou um senhor de 77 anos ferido. Os veículos envolvidos foram a Scania 320, placas AHT 5311 de Assis Chateaubriand, conduzida por Claudemir Alves de 41 anos e o Ford Scort placas ABI 5259 de Jesuítas conduzido por José Ribeiro (popular zequinha) de 77 anos, residente na Vila Rural de Jesuítas. O motorista da Scania disse que vinha de Iracema do Oeste e iria entrar para Jesuítas quando repentinamente ainda no trevo surgiu a sua frente o veículo Scort que fazia o sentido Carajá à Jesuítas e que não deu tempo de frear por isso bateu na lateral direta do automóvel que acabou sendo empurrado por alguns metros atravessando inclusive um canteiro até sair da área asfaltada do trevo. O senhor zequinha teve ferimentos médios e foi atendido pelo SAMU de Jesuítas e encaminhado para atendimento médico. O condutor da carreta nada sofreu. SAMU de Jesuítas, Defesa Civil e Polícia Rodoviária posto de Assis Chateaubriand atenderam o acidente.

ATUALIZANDO:

Por volta das 13hs o senhor José Ribeiro de 77 anos vítima do acidente foi transferido para Cascavel através do helicóptero do CONSAMU.

 

 

A Polícia Rodoviária posto de Assis Chateaubriand foi acionada por das 08h da manhã de hoje (11), para atender um acidente no km 574, da PR-239 nas proximidades do trevo de acesso à Jesuítas. O acidente envolveu um veículo Hyundai HB 20 com placas AZI-9125 de Assis Chateaubriand, conduzido pela pessoa de iniciais T.H.V.S de 28 anos de idade e uma motocicleta Honda CG 150 Fan placa AVF-7418 também de Assis Chateaubriand conduzido por F.H.G.C de 20 anos de idade. Segundo informações colhidas no local do acidente a motocicleta seguia sentindo Iracema do Oeste à Assis Chateaubriand e o veículo HB 20 no sentindo Assis Chateaubriand à Jesuítas e que ao acessar o trevo aconteceu a colisão. O condutor da moto teve ferimentos e foi socorrido pela equipe do SAMU de Jesuítas e encaminhado para atendimento médico já o condutor do veículo nada sofreu.

 

 

Fonte/fotos/PRE- Assis.

Colaboração: Carlos Corujinha.

 

 

 

A Polícia Civil de Assis Chateaubriand recuperou hoje (10), dois tratores que haviam sido roubados da Fazendo Rio Verde, no Município de Boa Esperança no último dia 06 de abril de 2018. Os tratores foram encontrados escondidos nos fundos do Centro de Eventos em Assis Chateaubriand. Segundo as informações da Polícia Civil de Assis, um investigador da Polícia Civil de Maringá, esteve na delegacia onde afirmou que teria uma informação de que os tratores poderiam estar aqui no município e pediu ajuda para encontrá-los. Os tratores roubados são: um da marca Valtra modelo BH 165 e outro um Valtra modelo BH 145. Na ação os marginais teriam roubado outros objetos e ainda passaram com um trator sobre uma motocicleta para que o administrador da fazenda não conseguisse sair para pedir ajuda.

Fotos e colaboração: Ademir Ribeiro

 

Faleceu no início da noite de ontem (9), o pioneiro chateaubriandense Fernando Antonio Pestana. Ele tinha 85 anos de idade e sofreu um infarto quando lia revista em sua casa. Fernando Pestana é pai do ex-prefeito de Assis Chateaubriand Vitor Pestana por duas gestões entre 1997 e 2004. O velório está sendo realizado na capela da funerária Bom Samaritano e o sepultamento acontece nesta terça-feira, às 16h, no Cemitério Jardim da Paz. Descendente de portugueses seo Fernando e família vieram para Assis Chateaubriand ainda nos anos 60 onde aqui montou a Comercial Ribatejana, uma das primeiras mercearias da cidade. Em Assis, Fernando prosperou e investiu em terras tornando-se empresário agrícola. Os últimos anos não foram fáceis para o senhor Fernando. Em novembro de 2015 ele perdeu a filha Filomena que faleceu vitima de câncer e em fevereiro de 2016 ficou viúvo da senhora Maria da Conceição Martins Pestana.

 

Pagina 1 de 5